TIVIT faz M&A com SENSR.IT

TIVIT faz M&A com SENSR.IT

Ao se fundirem, TIVIT e SENSR.IT acompanham movimento de gigantes do segmento de tecnologia

Os números provam o grande apetite das grandes empresas pelas startups. Entre eles, está o aumento significativo das fusões e aquisições (M&As, na sigla em inglês), tendo como uma das partes os empreendimentos altamente tecnológicos e inovadores.

Há um abismo entre 2011 e 2021 no que diz respeito a essas transações no Brasil, segundo matéria do InfoMoney: no primeiro ano menciona, ocorreram apenas seis; uma década depois, foram 227 M&As com startups, o equivalente a um crescimento de aproximadamente 38 vezes.

Mas antes de entrar em detalhes sobre o M&A envolvendo a TIVIT e a SENSR.IT, é fundamental entender o que é um M&A – a sigla significa Mergers and Acquisitions em inglês.

O QUE É UM M&A (Mergers and Acquisitions)

Basicamente, um M&A consiste em unir empresas, ou seja, uma das premissas é ser benéfica para todos os envolvidos na tratativa.

Exatamente por isso, muitas vezes, o objetivo é alcançar mais clientes, se tornar mais competitiva do que um concorrente ou até mesmo tornar a companhia mais inovadora – esse último vem se tornando cada vez mais interessante e justamente por isso houve um boom na aquisição de startups.

Para exemplificar, no contexto de pandemia e pós-pandemia, o setor de saúde investiu de forma robusta em M&As. O Fleury fez 14 aquisições em cinco anos, reunindo novas frentes de atuação, como ortopedia – em decorrência da transação com o Instituto Vita.

E se por um lado ficou evidente o porquê uma empresa consolidada no mercado efetua um M&A, por outro, também há bons motivos para uma startup aceitar vender parte de suas cotas ou todas elas, caso o acordo faça sentido.

Afinal, uma das principais metas das empresas de tecnologia é crescer, e se há uma estrutura que pode propiciar isso, é aquela proporcionada pelos players reconhecidos. Eles contam com ferramentas e sistemas de ponta, bem como com fluxo de caixa e diversas áreas, atingindo um potencial multidisciplinar imenso.

Embora tenha ocorrido um aumento dos M&As, isso não significa que seja um processo simples, tampouco sem regras. Um dos mecanismos para regular a transação e alinhar as expectativas é o earn-out, utilizado como cláusula de contratos de fusões e aquisições.

Ele identifica a parte do pagamento que é concluído ao longo do tempo, à medida que as metas de desempenho, previamente e estrategicamente definidas, são cumpridas.

Geralmente, o earn-out entra nos contratos de transações com empresas prestadoras de serviços ou de tecnologia e levam, em média, de 3 a 5 anos para serem finalizados.

Para quem paga o earn-out (a empresa compradora à empresa vendida), essa negociação favorece o fluxo de caixa e é um incentivo para a implementação do Plano de Negócios.

O M&A ENTRE SENSR.IT E TIVIT

Conforme já foi mencionado, para um M&A ser consolidado, ele precisa valer a pena para ambos os lados. No caso da SENSR.IT e da TIVIT não foi diferente.

De um lado, presente no mercado desde o final dos anos 90, a TIVIT, multinacional que atua em 10 países e se posiciona como o one-stop-shop de tecnologia.

Do outro, criada em 2017 para revolucionar o segmento de TI, a SENSR.IT – que, em pouco tempo, já coleciona conquistas, como o Prêmio de Empresa mais inovadora em 2020 e 2021, promovido pelo IT Forum e 100 Open Startups e muitas outras, que serão elencadas a seguir.

A SENSR.IT cresceu cerca de 530% nos últimos dois anos e possui mais de 950 mil usuários ativos. As alavancas de crescimento são impulsionadas pelo objetivo da startup: integrar toda a estrutura tecnológica das empresas, sendo a única solução nacional de Gestão e Governança em TI no conceito all-in-one, integrando e automatizando as áreas de negócio.

Os serviços incluem gestão de atendimento, gestão de contratos e fornecedores, gestão de riscos e compliance, gestão de projetos ágeis, gestão de tarefas e o CIO Cockpit, que traz ferramentas de planejamento estratégico.

Todos os assets que compõem o software da SENSR.IT convergem para um diferencial inerente a qualquer empresa que preze pelo alinhamento com as tendências – que se tornaram prioridades atualmente: o apoio à Transformação Digital, de modo que todas as áreas, sobretudo as relacionadas à gestão, sejam conduzidas dentro do ambiente digital e de forma que todos os processos sejam integrados. Desde contratos com fornecedores e visão em tempo real dos suprimentos até gerenciamento de demandas de TI e Painel PMO para acompanhamento gerencial dos projetos, etapa, custo e alocação, tudo está concentrado no serviço da SENSR.IT, que, hoje, integra a TIVIT.

É justamente por oferecer todas as ferramentas para a gestão, não somente da área de TI, mas do negócio 360º que a startup se encaixa no conceito de Enterprise Service Management (Gerenciamento de Serviços Corporativos), cuja definição é baseada na aplicação das práticas de TI a outras áreas de uma empresa. Desse modo, ocorre a otimização do desempenho e, consequentemente, da eficiência na entrega de serviços de alta qualidade. Para saber mais sobre o ESM, que foi responsável pela obsolescência do ITSM (Technology Service Management, ou Gerenciamento de Serviços de TI).

Também vale destacar que, para a startup, o processo de M&A foi natural, dado o seu momento de escalada e busca por novas rodadas de investimento. Além disso, a SENSR.IT não apenas recebe ativos da TIVIT, como também nutre uma parceria, cujo um dos objetivos é a expansão internacional. “Já tínhamos projetos em comum, direcionados para o desenvolvimento de ferramentas focadas em análise preditiva, inteligência artificial, conceito de gameficação, entre outros. Por essas iniciativas e diversos outros fatores, identificamos uma oportunidade de crescimento exponencial da SENSR.IT a partir do M&A”, conta Fabio Varricchio, CEO e Co-Founder da SENSR.IT.

Além do objetivo, o contexto de transformação digital, catalisado pela pandemia, é outro fator favorável. Isso porque as empresas chegam a ter dezenas ou centenas de fornecedores e parcerias de tecnologia, conforme aponta o CSO da TIVIT e responsável pela estratégia e aquisições, Eduardo Sodero. “Essa estrutura tem ficado cada vez mais complexa. A SENSR.IT vem para organizar e otimizar esses processos”, explicou Sodero em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Outro ponto que deve ser reforçado é o fato de que, mesmo com o M&A entre TIVIT e SENSR.IT, as duas empresas seguem atuando separadamente, de modo que elas se complementam, atendendo globalmente seus clientes.

“Estamos crescendo juntos. Ao mesmo tempo que nós da SENSR.IT ganhamos musculatura em estrutura de business [o que significa uma operação mais robusta, segura e que transmite credibilidade para nossos clientes], agregamos à TIVIT uma mentalidade voltada para agilidade, adaptabilidade e experimentação. Iniciamos nosso processo de internacionalização e já competimos com Gigantes no mercado internacional”, comemora Fabio Varricchio, CEO e Co-Founder da SENSR.IT.

Portanto, o M&A entre SENSR.IT e TIVT é um grande acontecimento no mercado de tecnologia e promete entregar resultados excepcionais aos clientes de ambas as companhias.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *