principais-dificuldades-ti-1024x576

Principais Dificuldades em TI

Sua empresa enfrenta esses problemas?

Conheça as cinco principais dificuldades em TI

Por: Fabio Varricchio | CEO Sensr.IT

Hoje as empresas podem contar com a tecnologia para crescer e se desenvolver. No entanto, é exatamente nesta área que elas pecam por não investir corretamente em hardware, software e serviços necessários para o seu negócio. Há companhias que enxergam o departamento da Tecnologia da Informação como um gasto a mais, sendo que ele é justamente quem permitirá a economia de recursos no futuro e acreditem, manter o negócio competitivo. A pandemia evidenciou como a Tecnologia é importante para o negócio.

Um exemplo pratico, até 2019 o Zoom tinha 10 milhões de assinantes com a pandemia ele passou a ter 300 Milhões, isso mostra que a tecnologia é fundamental e para o zoom (ou qq outra solução de conferência) funcionar , existe uma tecnologia necessária para o usuário usufluir deste beneficio. Agora, imagine a importante de ERP, CRM, E-commerce, IA, Bots

Como você tem sido percebido? Essa visão precisa ser repensada com urgência.

Veja, abaixo, quais são os cinco maiores problemas de TI que as empresas enfrentam:

1 – Usar hardwares, softwares e/ou tecnologias desatualizadas

Recentemente, uma pesquisa apontou que, no mundo, cerca de 50% das empresas ainda usa o Windows XP em pelo menos uma máquina de suas redes. O sistema da Microsoft foi lançado em 2001 e 13 anos depois encerrou seu suporte, ou seja, ele não recebe mais atualizações importantes de segurança, o que coloca a empresa em sério riscos e vulnerabilidades.

Para economizar dinheiro, muitas companhias decidem utilizar um hardware antigo ou sem qualidade, mas vale lembrar que “o barato sai caro”. Essa economia é ineficaz, já que a manutenção de equipamentos obsoletos é mais cara do que dar um upgrade na rede. Muitos não levam em consideração o custo direto e indireto para manter algo antigo (suporte, energia, equipamento parado e colaboradores com horas improdutivas)

Neste cenário, as empresas economizam no Hardware, as gastam com equipe, tempo de resolução e peças.

Recomendações:

  • Ter um inventário completo em tempo real
  • Politica e estratégia de BYOD (muitos usam seus próprios equipamentos para trabalho em na empresa ou em casa)
  • Fazer uma análise de Tendência
  • Definir equipamentos A, B e C – dependendo da necessidade
  • Plano de depreciação
  • Plano de descarte
  • Pensar ne estratégia Home Office, é algo que precisa estar no radar (mobilidade)

2 – Não fazer backup

As empresas passam o dia na correria e por isso muitas não dão importância à atualização dos backups e um plano adequado de salvamento. Aí elas esbarram na questão financeira mais uma vez. É necessário investir em hardware ou assinar algum serviço em nuvem que armazene os dados.

Sem esse investimento, a empresa pode não sobreviver. Muitos devem se lembrar de eventos como as torres gêmeas em NY, mas não precisamos ir tão distante, recentemente o volume de ataques cybernéticos que tivemos e milhares de empresas perderam informações estratégicas, pois armazenavam de forma incorreta.

Com a pandemia, temos percebido o volume imenso de vazamento de informações, neste ponto temos 2 problemas: Preservar a integridade (agora com a LGPD é fundamental) e manter a disponibilidade no acesso a informação, afinal, mesmo no incidente, o negócio não pode parar enquanto se busca a causa raiz.

Fazer backup periodicamente é o que garante a vida de muitas empresas, que ao enfrentar problemas técnicos em seus ambientes, podem perder todos os dados da noite para o dia. E se isso acontecer em sua empresa?

Recomendações:

  • Diferencia archieve de dados utilizados constantemente
  • Crie uma politica de backup, clareando os arquivos backupeados e periodicidade
  • Tenha sempre um Backup fora da empresa
  • Evite HD’s externos conectados ao servidor para Backup’s
  • Se possível, utilize Backups In Cloud
  • Não pense que o server in cloud você não terá que se preocupar com o backup de arquivos importantes para empresa

3 – Falta de segurança

Junto à tecnologia nasceram os hackers. Vez ou outra eles dão uma dor e cabeça e tanto para as empresas. Eles invadem sistemas corporativos e roubam dados para usar maleficamente. E a espionagem empresarial? Isso tudo existe e é um problema seríssimo.

Uma falha na segurança virtual pode expor informações de clientes, funcionários e fornecedores, trazendo um risco imensurável a todos que estão envolvidos na empresa.

Além da falha de segurança que pode existir, a TI / SEGINF precisa se preocupar com os dados sensíveis, saber diferencias e saber que o risco de segurança não acontece apenas em um vazamento através de um acesso externo, mas pode acontecer também via acessos desnecessários internamente.

Recomendações:

  • Tenha politica de segurança bem definida
  • Tenha politica de privacidade de dados
  • Monitore os sites acessados e tentativas de invasões
  • Tenha Firewall adequados para sua estrutura (prevenir é melhor do que remediar)
  • Criei regras consistentes de acessos
  • Separe redes corporativas de visitantes e/ou liberadas para Celulares
  • Crie segmentações de acessos
  • Mapeie os dados sensíveis, gere consciência na empresa

4 – Conexão ruim

O que seria das empresas hoje sem a internet? Boa parte delas usa a internet para fins de trabalho. É por isso que todas elas investem em uma boa conexão, correto? Não. A realidade de muitas empresas são as conexões de baixa velocidade. Além da conexão instável prejudicar a produtividade geral da empresa, afeta todos os setores que nela atuam. Muitas empresas estão fechando pacotes caseiros para empresas e não de deparam com a velocidade e riscos envolvidos.

E agora que todos estão em Home Office ? Como TI precisamos orientar os usuários em suas residências e analisar como estão essas conexões na empresa, seja via VPN ou acesso a ambientes Cloud.

Vivemos em uma geração que não conseguimos ver o looping e mensagem de carregando uma pagina, por isso, precisamos sempre analisar: Internet, Equipamento e Aplicação.

Recomendações:

  • Analise o quanto uma aplicação Web consome ou recomenda de Internet por usuário
  • Contrate sempre links corporativos, existem varias empresas com ótima relação custo x benefício (saindo das tradicionais)
  • Tenha sempre um Link adicional para backup
  • Separe as conexões, priorize pacotes e acessos estratégicos (QoS)
  • Tenha estratégia de conexões

5 – Profissionais de TI com baixa performance

Muitas empresas questionam os trabalhos de suporte a TI, olhando apenas o atendimento, neste contexto terceirizar sustentação de TI parcial ou Full é algo aceitável quando a corporação tem isto como cultura, mas “delargar” esta atividade é um risco.

O maior problema se concentra quando uma pessoa funciona como um “faz tudo” na empresa. Não perca de vista que o especialista em tecnologia precisa ser qualificado para executar as demandas do departamento.

No entanto, não pode ser sobrecarregado com tarefas que fogem do seu objetivo, que é garantir o bom funcionamento da rede e dos sistemas que a empresa utiliza.

O Sustentar a TI é importante, mas não estratégico, por isso percebemos que as empresas buscam profissionais “Multi Tarefas”, com Soft Skills para ir além de manter o ambiente no ar, mas sim apoiar a definir as melhores tecnologias para o negócio.

Diploma é importante, mas o diferencial será as horas de voo e experiência para tomada de decisões estratégicas.

Recomendações:

  • Tenha profissionais ágeis e que consiga ir além do solicitado
  • Foque no planejamento das atividades e gestão efetiva
  • Faça um roadmap e plano de acompanhamento
  • Apresente para a direção os problemas e soluções em andamento
  • Tenha um catálogo de serviços bem definido com acordos de SLA
  • Separe incidentes de projetos
  • Valorize através de marcos a evolução de TI

_______________________
Agora vem a melhor parte, Vamos te ajudar!

Se sua empresa enfrentar pelo menos um destes problemas, saiba que estamos aqui para ajudar. Nossa solução de gerenciamento integrados dos serviços e governança de TI nasceu para atender demandas como estas., onde geramos toda a visibilidade, rastreabilidade, segurança e estratégia em TI. Podemos ser seu aliado.

Somos capazes de agilizar todo o processo de Gestão de TI da sua empresa. Sabe o que difere o nosso produto dos outros? É a integração dos módulos de gestão que envolvem diversas funcionalidades em uma só plataforma, possibilitando uma gestão com eficiência e qualidade, além de facilidade e rápida implantação da plataforma. Faça uma consulta!

Autor: Fabio Varricchio, CEO da Sensr.IT

  • Especialização Governança corporativa – Babson | USA
  • Especialização Governança Financeira – Columbia University | USA
  • MBA Gestão de empresas e negócios
  • Pos graduado em Segurança da Informação

Duas décadas de experiência em estratégia de TI e Gestão de Negócios, atuou em grandes empresas em projetos nacionais e internacionais. Ajuda empresas a alcançarem os melhores objetivos através de TI. É especialista em Planejamento estratégico de TI, Planejamento estratégico Digital, Delivery Services, Governança e segurança da Informação, ERP, Projetos Web, desenvolvimento de negócios, consultoria empresarial.

tech-novo

Tecnologia 4.0 x Industria 4.0 x SENSR.IT 4.0

Fomos referenciados em uma matéria sobre Tecnologia 4.0, na revista Veredas Educacionais, focada no segmento educacional.

Quer saber mais, sobre a Plataforma SENSR.IT 4.0? acesse: https://sensrit.com.br/sensrit-40

.

#industria40 #sensrit #tecnologia #ti #it #governanca #contratos #projetos #riscos #demandas #servicedesk #monitoramento #infra #disponibilidade #continuidade #gestao #cio #cto #ceo #cfo #coo

governanças-de-ti-1200x675

Governança de TI

5 questionamentos que toda empresa faz para ter uma boa Governança de TI

Procura por soluções viabilizam a boa governança de TI nos negócios

Segundo um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Software (ABES) em 2017, o Brasil é o 9º maior mercado de software e serviços de TI no mundo. Esse cenário foi construído para atender empresas que buscam por sistemas tecnológicos que sejam eficazes na gestão de seus negócios.

As novas soluções digitais, além de trazer mais conectividade às empresas, aumentam sua capacidade de oferecer serviços e produtos de alto valor a seus clientes. No entanto, novas ameaças surgem diariamente, e criar ambientes digitais confiáveis e seguros têm sido um desafio para as empresas.

Abaixo, veja os cinco principais questionamentos que as empresas fazem atualmente, que se não forem solucionados com rapidez, impossibilitam uma boa governança de TI e impedem o bom andamento dos negócios:

 1 – “Que tipo de backup devo usar em minha empresa?”

Perder arquivos digitais é um mau negócio para qualquer empresa. A única solução para evitar essa dor de cabeça – e de bolso, convenhamos – é escolher um tipo de backup que vai copiar todos os seus dados em um local realmente seguro.

Entender os tipos de arquivos importantes e a estratégia sob medida para o seu Backup fará toda diferença, pois nem sempre a solução mais cara é a que irá gerar resultados. Separar arquivos importantes de archieve, arquivos que precisam ser full, parcial ou incremental, analisar o crescimento mensal, são pequenos ajustes que lhe ajudarão na melhor decisão.

2 – “Como proteger minha empresa de um ciberataque?”

Dezenas de empresas já decretaram falência e outras centenas perderam credibilidade no mercado porque sofreram ciberataques. Hackers sequestram dados confidenciais e pedem um “resgate” para devolver as informações ou até mesmo para não as expor.

Pensar no melhor firewall, mas esquecer de “educar” os usuários, pode causar impactos, pois o maior problema acaba sendo por vulnerabilidades geradas internamente.

O segurança de perímetro dever ser acompanhada de boas praticas e politicas de segurança.

3 – “De que forma posso otimizar meu sistema empresarial?”

Tempo é dinheiro. Qualquer empresário, seja pequeno, médio ou grande, sabe muito bem disso. Se o sistema da sua empresa não é renovado de forma constante, você está deixando de lucrar. Para abreviar o sucesso é necessário desenvolver novos métodos, otimizar processos e trazer novas oportunidades de negócio.

Antes de procurar uma solução, é importante pensar nos processos que você tem na sua empresa, qual a maturidade para automatizar ações manuais e o impacto na cultura da empresa, pode ser a melhor solução de ERP, ainda sim, dependerá do apoio da Alta direção para patrocinar o projeto e ajudar aculturar.

4 – “Como reduzir custos de TI em minha empresa?”

Descobrir estratégias para reduzir custos é sempre um desafio. Economizar sem perder qualidade, mais desafiador ainda. Se você enxergar o setor de TI como custo, e não investimento, nunca alcançará uma revolução inteligente no gerenciamento de sua empresa.

Entender os “vazamentos” através de gestão e indicadores, criar analise ABC, orçamento base zero de TI, dimensionar esforços por áreas, ter rateios de custos, são pequenas ações que podem lhe ajudar a organizar e ajustar os custos.

5 – “Preciso transformar meus dados em informações de valor. Como fazer?”

Sua empresa concentra um grande volume de dados, mas usa um baixo percentual, deixando de fora algum detalhe que supriria determinadas demandas do seu negócio. Para evitar esse prejuízo, os dados precisam ser transformados em informação de valor, a fim de melhorar relacionamentos, gerar mais negócios e potencializar resultados.

Em média, 80% dos dados de uma empresa foram criados nos últimos 2 anos, muitas empresas não fazem gestão dos arquivos e acabam duplicando e gerando informações repetidas, importante avaliar os arquivos irrelevantes e separa-los dos importantes, criar BI que gere valor para o negócio, assuntos para tomada de decisão.

Finalizando, se você já se pegou fazendo algum desses questionamentos, parabéns. Significa que você está preocupado com a tecnologia da sua empresa e busca soluções para mantê-la viva e moderna.

Para agilizar e otimizar todo o processo de TI da sua empresa, a sensr.it pode lhe ajudar. Sabe o que difere o nosso produto dos outros? É a integração dos módulos de gestão que envolvem diversas funcionalidades em uma só plataforma, possibilitando uma gestão com eficiência e qualidade, além de facilidade e rápida implantação da plataforma.

Um bom planejamento de TI pode ajuda-lo a potencializar sua estrutura e mitigar riscos, pensando nisto, a plataforma da Sensr.IT lhe ajuda a Planejar, Organizar os serviços de TI, Reduzir tempo de parada, Otimizar os processos e atividades manuais, além disto,  proporciona uma redução média de 35% de custos diretos e indiretos em TI.

Consulte-nos e vamos conversar sobre Governança de TI !



Autor: Fabio Varricchio, CEO da SENSR.IT e Gap Solutions

  • Especialização Governança corporativa – Babson | USA
  • Especialização Governança Financeira – Columbia University | USA
  • MBA Gestão de empresas e negócios
  • Pôs graduado em Segurança da Informação

Duas décadas de experiência em estratégia de TI e Gestão de Negócios, atuou em grandes empresas em projetos nacionais e internacionais. Ajuda empresas a alcançarem os melhores objetivos através de TI. É especialista em Planejamento estratégico de TI, Planejamento estratégico Digital, Delivery Services, Governança e segurança da Informação, ERP, Projetos Web, desenvolvimento de negócios, conselheiro empresarial e consultoria de Tecnologia (CIO/CTO).

coach-1024x576

Coach de equipe

Desenvolver uma equipe de alto desempenho focada na entrega de serviços de TI alinhados aos objetivos estratégicos de negócio, é de longe, a tarefa mais desafiadora para um gestor de TI, o Coach de Equipe.

Vou tentar compartilhar com você um pouco do que aprendi, principalmente com os meus erros, sobre este assunto e o potencial de resultados que você pode conquistar quando decidir colocar as pessoas em primeiro lugar, sendo um coach de equipe.

Vou tentar sintetizar neste artigo uma das melhores ferramentas que utilizo – depois de bastante tentativa e erro – e que me ajudam a atingir algum resultado positivo.

MAPA DE CONCENTRAÇÃO DO CONHECIMENTO

Começando pelo mapa de concentração do conhecimento, o objetivo é saber como o conhecimento flui na empresa através das pessoas. Eu utilizo para entender quem são os colaboradores mais consultados por outros do time em caso de duvidas; alguma dificuldade relacionada ao trabalho ou à empresa.

Se este colaborador é tão solicitado pela restante da equipe é por que ele tem algum conhecimento importante para a operação ou ainda não foi documentado e disponibilizado para todos.

Na prática, você pode realizar uma pesquisa utilizando um formulário como o google forms para fazer apenas duas perguntas simples.

O tipo de perguntas depende muito do resultado que pretende obter. Então crie seu próprio questionário com base na realidade da sua empresa.

Eu costumo utilizar sempre estas duas:

1.Quando você se depara com uma dúvida, um problema ou uma emergência técnica relacionada à sua função de trabalho, para quem você pede ajuda?

2.Quando você precisa saber sobre a estratégia da empresa, qual caminho a organização vai seguir ou como a empresa está organizada, para quem você pergunta?

E este é o resultado:

mapa-ti.png

Na opinião de quem respondeu a pesquisa podemos observar que:

  1. O Edgar é uma referencia para a equipe na parte de negócios;
  2. Evandro é uma referencia mais técnica;
  3. E a Priscila tem um equilíbrio entre o técnico e o negócio.

O resultado vai depender muito da sua intenção nas perguntas e na interpretação correta dos participantes. Portanto, orquestre bem seu questionário.

Com isso você pode trazer essas pessoas para programas de gestão do conhecimento, mapeamentos de processos e documentação e workshops. Tudo para transferir o conhecimento que elas possuem para o máximo de pessoas na organização.

“Lembre-se que o conhecimento é valioso demais para estar apenas na cabeça das pessoas. E este valor sai todos os dias pela porta da frente da empresa sem garantias de que vai voltar no dia seguinte.”



Autor: Fabio Varricchio, CEO da Sensr.IT e da Gap Solutions

  • Especialização Governança corporativa – Babson | USA
  • Especialização Governança Financeira – Columbia University | USA
  • MBA Gestão de empresas e negócios
  • Pôs graduado em Segurança da Informação

Duas décadas de experiência em estratégia de TI e Gestão de Negócios, atuou em grandes empresas em projetos nacionais e internacionais. Ajuda empresas a alcançarem os melhores objetivos através de TI. É especialista em Planejamento estratégico de TI, Planejamento estratégico Digital, Delivery Services, Governança e segurança da Informação, ERP, Projetos Web, desenvolvimento de negócios, consultoria empresarial.